Pra vc curtir, clicar e recomendar!

Publicidade:

Segurança Pública: A Morte está mais próxima do que você imagina. Fiquem atentos!

por em

Leitores do Mister Tube, hoje o assunto que me traz aqui não tem nada a ver com entretenimento, mas trata-se de um protesto intenso, pertinente e que busca unir as pessoas de bem a se organizarem e pensarem em um caminho assertivo para trazer mudanças para o nosso sistema público de segurança, e tudo que o cerca, como o código penal, o judiciário, o efetivo policial  necessário para proteger os cidadãos, enfim.

Primeiro, leiam por favor esta notícia, sobre o assassinato à sangue frio de uma criança de 11 anos na cidade onde moro, Uberlândia.

27/10/2012 13h20 - Atualizado em 27/10/2012 14h09
Polícia apresenta comparsa e foto do suspeito de matar menina em MG

Ou assista ao vídeo com a reportagem


Então, imagine a situação....você sai de casa com a família e ao parar para entrar em uma conveniência é abordado por um meliante. Você foge pra dentro da loja, ele te puxa com uma arma na cabeça. Seu filho tenta lhe ajudar, sai do carro e leva um tiro. O bandido foge com o produto do roubo e com mais uma morte cruel nas costas.

É assim que acontece!



Você acorda, tem planos, está feliz, faz tudo certo, cumpre com seus deveres, mas tem seu direito de ir e vir brutalmente interrompido por um estranho que não teme a lei de Deus, e muito menos a lei dos homens do Brasil, este país que concede mais deveres que direitos a seus cidadãos, o cidadão que está a cada dia que passa mais sobrecarregado de uma infinidade de preocupações, principalmente a de manter sua família segura, longe da violência urbana, do desrespeito, da falta de amor, da morte.

Uma pena, uma tristeza que dói na alma, uma ferida que nunca cicatrizará nesta família que perdeu uma filha de 11 anos, que tinha uma vida pela frente. A vida ceifada pelo crime diretamente alimentado pelas drogas, pela ganância, pela vida fácil, pela malandragem, pela falta de Deus.

Eu não aceito isso, eu não me acostumo a isso, eu não me adapto a isso. Isso tudo é anormal, é imoral, é a total falta de respeito do Governo que deveria garantir segurança pública aos seus cidadãos.

Desde vigiar as fronteiras para que não entre drogas (o Brasil não produz essas porcarias. Sim, entram pelas nossas fronteiras sem o mínimo de policiamento), desde manter um efetivo policial intimidatório nas ruas, desde oferecer um código penal que iniba o crime e não o incentive, e que se faça cumprir a justiça sem conceder indultos aos bandidos, nenhum tipo de privilégios, sem essa de regime semi-aberto, muito menos redução de pena à essas pessoas que não tiveram pena na hora de puxar o gatilho para uma criança.

Meu Deus, abra os olhos de nossos governantes, de nosso judiciário, de nossos cidadãos. A sociedade que vivemos é espelho não de nossas vontades, mas de nossas decisões, quando nos omitimos diante da política, diante de promover a educação da própria família.

Afinal de contas, onde você caro leitor acha, que começa toda a violência que vemos nas ruas? É ali, pertinho de você, na sua família, no amor que você demostra aos familiares, no bom exemplo oferecido aos filhos, na exigente educação, na paciência, ou seja, no cumprimento de seu dever como pais! Quando este dever não é feito, é mal feito, ou é feito "nas coxas", a sociedade inteira paga por isso.

É cara-pálida, nós somos totalmente responsáveis por "aquilo" que colocamos nas ruas.

Nossos filhos, mal educados, mal criados, que não aprenderam a respeitar o próximo, não aprenderam a dar valor ao trabalho, não conheceram o Amor, enfim, são potenciais criminosos e assassinos. E não se iludam se acham que a escola educará os filhos, ou que a vida das ruas basta. Um triste engano.

Que Deus abençoe esta família, e lhe ofereça todo o conforto possível neste momento de dor profunda.

E para você que ainda não viveu a triste experiência de ter a violência urbana perto de você, como um assalto, uma arma na cabeça, um sequestro relâmpago, este post é pra você acordar para esta realidade que vivemos. Fiquem atentos, pois a morte anda perto demais da gente, e esse tipo de morte é a pior delas.

A morte pela violência, pela injustiça, pela falta de amor.

Que Deus nos abençoe e nos proteja sempre. Amém!

@tolstoy